Apresentação

Apresentação

terça-feira, 20 de março de 2012

Vinte anos da presença de Paz e Bem

Os Franciscanos em terras gaúchas

Sempre estão atuando no meio do povo

No interior com o homem do campo

Ou nas periferias urbanas como renovo

Porém, na década dos anos oitenta

Foi quando se propuseram algo novo.

                                           

Inserção no Mundo do Trabalho Urbano

Foi aprovado no Capítulo Provincial

Os frades vão buscar seu sustento

Num trabalho de maneira Formal

Buscando local para a residência

Nas cidades próximas da Capital.

 

Foi no início da década de noventa

Que então nós saímos por aí

Buscando lugar para a moradia

Para o mandato do Capítulo, cumprir

Com muita alegria que encontramos

As Moradas do Vale em Gravataí.

 

Com muitos sonhos na cabeça

E cheios de fé e perseverança

Para assumir a nova Missão

Com muito amor e confiança

E fomos muito bem recebidos

Pelo Pároco e pelas lideranças.

 

Já era início do mês de março

Quando assumimos a casa alugada

A população de toda a vizinhança

Estava bastante admirada:

Mas isto não parece verdade

Freis residindo em nossa Morada!

 

Os três Freis da nova Fraternidade

Tivemos uma ótima recepção

Pois no dia da nossa chegada

Antes de prepararmos o chimarrão

Chegou uma comitiva da Comunidade

Para nos acolher de todo o coração.

 

Então fomos a busca do trabalho

Nas empresas de toda região

Era preciso botar em prática

Os objetivos de nossa Missão

Sentimos dura realidade da vida

Aqui não tem trabalho, não.

 

Com a crescente crise do capitalismo

Emprego Formal não tem perspectiva

Vamos unirmos aos desempregados

E juntos buscar formas alternativas

Foi então que um novo Projeto surgiu

Na forma e modelo de Cooperativa

 

Enquanto se organiza o Novo Grupo

A vida teima e não pode parar

Temos que fazer alguma coisa

Para a nossa humilde casa sustentar

Tivemos que fazer alguns biscates

Muros e casas nós fomos pintar.

 

Nosso envolvimento comunitário

Garanto que não foi paralelo

Seguindo as pegadas de Jesus Cristo

E de São Francisco, “O Poverello

Para fortalecer nossas comunidades

Podem crer, gastamos muito chinelo.

 

Comunidades Eclesiais de Base

Um jeito sempre novo de ser Igreja

Escola de Estudos Bíblicos

E outras ferramentas prá peleja

Garantindo a palavra ao povo

Para não só dizer “Assim seja”.

 

Assim surgiu a Rede de Comunidades

Com seus Serviços e Conselhos

Buscando inspiração na Bíblia

Que é nosso melhor espelho

Enfrentamos incompreensões

Que já estão ditas no Evangelho.

 

As Comunidades cresciam sempre mais

Mas faltava um detalhezinho

Algo que fizesse circular as notícias

Para ninguém sentir-se sozinho

Então surgiu o Elo Comunitário

Nosso querido “jornalzinho”.

 

Enfrentamos muitas dificuldades

Mas não entregamos a rapadura

Trabalho na oficina da Cooperativa

E na construção civil, vida dura

Também trabalhamos no Poder Público

Fazendo muita Arte e Cultura.

 

As comunidades se fortaleceram

Com muita gente envolvida

Liturgia, Catequese, Sacramentos...

Todas as pessoas muito bem acolhidas

O Serviço da Caridade Organizada

Aos mais pobres dá guarida.

 

E já se foram vinte bonitos anos

Que esta epopéia teve início

O trabalho eclesial vai em frente

Ninguém busca o próprio benefício

Todos se doam na comunidade

Mesmo enfrentando muito sacrifício.

 

E assim o Carisma Franciscano

Vai se expandindo sempre além

Levando ao mundo o Espírito Fraterno

Não deixando fora ninguém

Abraçando todas as Criaturas

Com nossa saudação de Paz e Bem!

 

Quero agradecer muito a oportunidade

De rememorar momentos de glória

Para escrever estes poucos versos

Forcei bastante a minha memória

Mas faço de bom grado e com alegria

Pois também faço parte desta história.

 

O meu abraço fraterno é prá todos

Cada um, para mim é muito especial

Eu acompanho a vida da Rede

Ao longe, pela comunicação virtual

Parabéns pelo blog Comunitário

Que nos torna mais fraterno-universal.

 

E para encerrar esta minha trova

Escrita com convicção e com fé

Vamos pedir proteção e guarida

À Santa Virgem, Maria de Nazaré

Ao Padroeiro da Rede de Comunidades

Nosso bom e glorioso São José.

 

 

Hulha Negra, RS, março de 2012

 

 

Frei João Osmar D’Ávila

Rede de Comunidades S. Isidoro Camponês

 

 

(Homenagem pelos 20 anos de Presença Franciscana na Rede de Comunidades; Esta Poesia foi escrita pelo Frei João Osmar D’Avila que, juntamente com os Freis Marino Rhoden e João Carlos Karling iniciaram esta caminhada tão Bonita de São Francisco com o Povo da Rede de Comunidades!)

 

Matriz 02

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmãos em Cristo, Paz e Bem.
Seu comentário é muito importante para nós...
Muito obrigado pela sua contribuição.
Que Deus lhe abençoe hoje e sempre!
Paróquia Rede de Comunidades São José