Apresentação

Apresentação

quarta-feira, 2 de maio de 2012

O bom uso da razão...

O mais fatal que pode acontecer a alguém é ter razão e não saber usá-la.

Porque, em tendo razão, encastela-se nela de tal forma que não admite certos direitos que os demais têm: direito de pensar, como eles acham que devem pensar; direito de defender o que eles julgam justo e verdadeiro; direito de discordar dele; direito de ver a verdade a partir de seu ponto de vista. Numa palavra: direito de pensar que também eles têm razão.

É assim que surgem as rixas e discussões acaloradas. Examine-se detidamente e verá que na maioria das vezes você discutiu de tal forma que a discussão chegou a perturbá-lo, porque você pensava que estava com a razão; acontece, porém, que não soube usar corretamente de sua razão e nisto já não tinha razão alguma.

Pois, se você age bem quando quer defender sua razão, não age bem ao defendê-la dessa forma violenta, áspera, incisiva, nada caridosa. E não é a razão que deve mandar em sua vida, mas o amor; o amor, que ama com razão e sem ela.


Três vezes perguntou Jesus a Pedro que lhe dissesse se o amava, e então "Pedro entristeceu-se porque lhe perguntou pela terceira vez: 'Amas-me?', e respondeu-lhe: 'Senhor, sabes tudo; tu sabes que te amo'" (Jo 21,17). Não três, mas infinitas vezes você deve repetir ao Senhor que o ama.

Fonte: Site Catequisar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmãos em Cristo, Paz e Bem.
Seu comentário é muito importante para nós...
Muito obrigado pela sua contribuição.
Que Deus lhe abençoe hoje e sempre!
Paróquia Rede de Comunidades São José