Apresentação

Apresentação

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Liturgia das Horas

Irmãos em Cristo, Paz & Bem…

Convidamos toda a Comunidade a rezar conosco a Liturgia das Horas;

Acontece todas as Quartas-feiras, às 19:45h (antes da Missa), na Comunidade Santa Rita de Cássia.

Você pode rezar o ofício também de forma on line, basta Clicar Aqui!

Você sabe o que é Liturgia das Horas? Abaixo segue explicação:

Laudes e Vésperas - Oração do Povo de Deus

Nosso Senhor ensinou-nos não apenas como devemos rezar (rezar “em espírito e verdade”) e o que rezar (dizer “Pai Nosso”), mas, também, que devemos rezar sempre (Lc 18,1).

Os discípulos de Jesus, bem como toda a Igreja, sempre levaram muito a sério esse ensinamento, elaborando da melhor maneira possível e com toda a diligência o ritual dos Sacramentos e do Ofício divino.

Assim, desde o início, três constantes exercícios têm alimentado a Vida íntima da Igreja: A Missa para alimentar a vida da Semana; os demais sacramentos para santificar e iluminar os diversos momentos ou estágios da vida cristã (nascimento: batismo; juventude: crisma; casamento: matrimônio, etc.) e o Ofício Divino para santificar as diversas horas do dia.

São Bento chamou todo esse conjunto de orações ou de “serviço eclesial” com os quais o homem se volta para Deus para louvá-lo, engrandecê-lo e contemplá-lo com a famosa expressão latina Opus Dei, isto é, Obra de Deus.

O centro da Oração cristã, portanto, não é o homem que reza, mas Deus que opera, trabalha, cria e recria sua criatura predileta, o homem. Assim, rezar ou celebrar a Liturgia das Horas, é deixar-se trabalhar e fazer por Deus. O que Deus faz em nós, porém, quase sempre não vemos e não sabemos porque sua ação acontece sempre no íntimo mais oculto do homem.

Laudes e Vésperas

Entre as Horas litúrgicas (7 ao todo) merecem destaque as Laudes e as Vésperas por causa do respectivo significado de cada uma delas.

As “Laudes”, vem do latim e significa “Louvores”, cujo nome completo é “Louvores da Manhã”, visa celebrar não apenas o sol, o dia que estão nascendo, mas, acima de tudo, a Ressurreição de Cristo chamado pelo Cântico do Benedictus de “Sol Nascente”. Ela tem, portanto, um caráter triunfal, jubiloso e está voltada para o futuro, não só do novo dia que nos está sendo oferecido, mas, também, do mundo e do Reino de Deus. Por isso, ela adquire, também, uma dimensão missionária (João Batista).

As “Vésperas”, nome latino que significa “tarde” e que em português passou a se chamar “Oração da Tarde”, visa celebrar não apenas o pôr do sol, o fim do dia cronológico, mas, também, e acima de tudo, o sacrifício de Cristo na Cruz, bem como a instituição da Eucaristia com o mandamento do amor.

Uma das maravilhosas novidades referentes a reforma da Liturgia pedida pelo Vaticano II e que passou desapercebida e ainda continua desconhecida por parte do povo em geral, e isso por culpa, em grande parte, de seus pastores, diz respeito à ressurreição da Liturgia das Horas para o Povo cristão.

Contribui muito para isso certa e malsã compreensão de pastoral e evangelização, como se essas se constituíssem apenas de atividades, afazeres, trabalhos, ações, funções, etc. Dentro dessa compreensão tão estreita dificilmente alguém vai entender a Oração cristã como a primeira e mais significativa forma de evangelizar.

Por isso, com a Renovação litúrgica a Igreja quer que se devolva ao Povo cristão aquilo que lhe pertence por direito desde sua origem: a celebração da Liturgia da Horas, principalmente em suas partes mais importantes: As Laudes e as Vésperas. Por isso entre outras exortações encontramos essa: Recomenda-se que também os leigos recitem o Ofício Divino ou com os sacerdotes, ou reunidos entre si e até cada um em particular (SC 100). Por isso, é função dos pastores convidar os fiéis e formá-los com a devida catequese para a celebração comunitária das principais partes da Liturgia das Horas, sobretudo nos domingos e festas LH 23).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmãos em Cristo, Paz e Bem.
Seu comentário é muito importante para nós...
Muito obrigado pela sua contribuição.
Que Deus lhe abençoe hoje e sempre!
Paróquia Rede de Comunidades São José