Apresentação

Apresentação

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

A quaresma como exercício de conversão na escuta da Palavra

4af Primeira semana da quaresma

à Lucas 11, 29-32

Assim como Jonas foi sinal para os ninivitas,
assim o será o Filho do homem para esta geração
”.

Nestes dias a Palavra de Deus ressoa de maneira especial. É ela que conduz os exercícios que dilatam o coração no amor do crucificado e a oração que nos atrai para viver mais estreitamente em sintonia com o querer de Deus.  Em poucas palavras, a Palavra de Deus que provêm da boca de Jesus, nos marca a rota do processo de conversão.
No evangelho o personagem central é Jesus: ele é “mais que Salomão” (Lc 11,31) e “mais que Jonas” (Lc 11,32).

A imensa dignidade de Jesus que emerge como contraluz com estes dois personagens consiste na grandeza de sua Palavra, a qual é superior à pregação profética de Jonas e à sabedoria de Salomão.

Observando o movimento do texto, notamos que a menção do profeta Jonas se faz no começo e ao final da nossa passagem (ver Lc 11,29-30 e 11,32), permanecendo no centro a menção do rei Salomão. Este destaque do profeta Jonas se explica pela frase: “Assim como Jonas foi sinal para os ninivitas, assim o será o Filho do homem para esta geração” (Lc 11, 30).

E qual foi o sinal de Jonas para os ninivitas? Nada diferente de sua pregação: os ninivitas “se converteram pela pregação de Jonas” (Lc 11,32b).  Por outra lado, seus ouvintes eram estrangeiros e, apesar disto estiveram bem dispostos e foram capazes de dar o passo da conversão. Eles - desde o rei até o último dos súditos - deixaram todos os seus ofícios para dedicar-se à penitência pregada por Jonas.

Isto se ilustra melhor com o exemplo de uma rainha que, deixando um reino inteiro e todas as suas dignidades, viajou desde sua distante nação do sul em busca do homem mais sábio do qual se tinha escutado: o rei Salomão. Ela veio “para ouvir a sabedoria de Salomão” (Lc 11,31b).

A boa disposição da Rainha para escutar e a prontidão para a conversão que manifestaram os ninivitas para levar a sério a pregação da penitência, contrasta fortemente com a atitude “desta geração” de israelitas, precisamente os de casa, que se apresentam como os mais duros de coração para levar a sério a Jesus e sua mensagem. Por isso a Rainha e os ninivitas “se levantarão em Juízo contra esta geração” (Lc 11,31ª.32ª) que busca “sinais”, isto é, milagres que os convençam.

De fato é mais fácil pedir milagres que nos deslumbrem e nos poupem do esforço de crer, do que abrir-nos ao encontro pessoal com uma pessoa que nos exige e que com sua presença e sua palavra nos muda a vida. E a verdade seja dita: esse é o verdadeiro milagre, e deve ser pedido.

O evangelho de hoje nos convida a que cedamos nessa dureza de coração que nos mantêm presos a outras coisas que consideramos importantes, que porém, na realidade não são realmente fundamentais, para colocar-nos na escuta de Jesus. Não temos que fazer a grande viagem da Rainha de Sabá, nem Jonas terá que levar a mensagem a cidades distantes: a Jesus o temos “aqui” (o enfatiza o evangelho).

A pregação de Jesus resume primeiro de viva voz. A sua máxima palavra, porém, a que está a ponto de pregar será seu estar silencioso de braços abertos na cruz ,chamando-nos a fazer a correções que sejam necessárias e a dar um novo impulso à nossa vida no gozo de seu amor.

Para cultivar a semente da Palavra no coração:


1. Qual é a finalidade da quaresma? Qual é o caminho que nos é oferecido para ter êxito?

2. Qual é o sinal de Jonas e como ele se atualiza na quaresma e na páscoa?
3. Que decisões vou tomar dentro de minha agenda para permitir que esta quaresma tenha espaço de intensa escuta e oração da Palavra, de encontro pessoal com Jesus, em função de uma mudança de vida?


[1] Autor P. Fidel Oñoro, cjm, (http://www.iglesia.cl/especiales/cuaresma2013/orar2.html), tradução livre de Frei João Carlos Karling,ofm, para o site da Paróquia Rede de Comunidades São José, Gravataí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmãos em Cristo, Paz e Bem.
Seu comentário é muito importante para nós...
Muito obrigado pela sua contribuição.
Que Deus lhe abençoe hoje e sempre!
Paróquia Rede de Comunidades São José