Apresentação

Apresentação

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Liturgia Diária

  • Vermelho. Martírio de São João Batista, Memória
Evangelho - Mc 6,17-29
Quero que me dês agora, num prato,
a cabeça de João Batista.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 6,17-29

Naquele tempo,
17Herodes tinha mandado prender João,
e colocá-lo acorrentado na prisão.
Fez isso por causa de Herodíades,
mulher do seu irmão Filipe,
com quem se tinha casado.
18João dizia a Herodes:
"Não te é permitido ficar com a mulher do teu irmão".
19Por isso Herodíades o odiava
e queria matá-lo, mas não podia.
20Com efeito, Herodes tinha medo de João,
pois sabia que ele era justo e santo,
e por isso o protegia.
Gostava de ouvi-lo,
embora ficasse embaraçado quando o escutava.
21Finalmente, chegou o dia oportuno.
Era o aniversário de Herodes,
e ele fez um grande banquete para os grandes da corte,
os oficiais e os cidadãos importantes da Galiléia.
22A filha de Herodíades entrou e dançou,
agradando a Herodes e seus convidados.
Então o rei disse à moça:
"Pede-me o que quiseres e eu to darei".
23E lhe jurou dizendo:
"Eu te darei qualquer coisa que me pedires,
ainda que seja a metade do meu reino".
24Ela saiu e perguntou à mãe:
"O que vou pedir?"
A mãe respondeu:
"A cabeça de João Batista".
25E, voltando depressa para junto do rei, pediu:
"Quero que me dês agora, num prato,
a cabeça de João Batista".
26O rei ficou muito triste, mas não pôde recusar.
Ele tinha feito o juramento diante dos convidados.
27Imediatamente, o rei mandou
que um soldado fosse buscar a cabeça de João.
O soldado saiu, degolou-o na prisão,
28trouxe a cabeça num prato e a deu à moça.
Ela a entregou à sua mãe.
29Ao saberem disso, os discípulos de João foram lá,
levaram o cadáver e o sepultaram.
Palavra da Salvação.
 
1ª Leitura - Jr 1,17-19
Comunica-lhes tudo que eu te mandar dizer:
não tenhas medo em sua presença.

Leitura do Livro do Profeta Jeremias 1,17-19

Naqueles dias a Palavra do Senhor foi-me dirigida:
17"Vamos, põe a roupa e o cinto,
levanta-te e comunica-lhes
tudo que eu te mandar dizer:
não tenhas medo,
senão, eu te farei tremer na presença deles.
18Com efeito, eu te transformarei hoje
numa cidade fortificada,
numa coluna de ferro,
num muro de bronze
contra todo o mundo,
frente aos reis de Judá e seus príncipes,
aos sacerdotes e ao povo da terra;
19eles farão guerra contra ti, mas não prevalecerão,
porque eu estou contigo
para defender-te",
diz o Senhor.
Palavra do Senhor.
 
Salmo - Sl 70(71),1-2.3-4a.5-6ab.15ab e 17 (R. 15a)
R. Minha boca anunciará vossa justiça.

1Eu procuro meu refúgio em vós, Senhor: *
que eu não seja envergonhado para sempre!
2Porque sois justo, defendei-me e libertai-me! *
Escutai a minha voz, vinde salvar-me!R.

3Sede uma rocha protetora para mim, *
um abrigo bem seguro que me salve!
Porque sois a minha força e meu amparo, +
o meu refúgio, proteção e segurança! *
4aLibertai-me, ó meu Deus, das mãos do ímpio.R.

5Porque sois, ó Senhor Deus, minha esperança, *
em vós confio desde a minha juventude!
6aSois meu apoio desde antes que eu nascesse, *
6bdesde o seio maternal, o meu amparo.R.

15aMinha boca anunciará todos os dias *
15bvossa justiça e vossas graças incontáveis.
17Vós me ensinastes desde a minha juventude, *
e até hoje canto as vossas maravilhas.R.

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Liturgia Diária

  • Branco. 4ª-feira da 21ª Semana Tempo Comum 

  • Sto. Agostinho BDr, memória
Evangelho - Mt 23,27-32
Sois filhos daqueles que mataram os profetas.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 23,27-32
Naquele tempo, disse Jesus: 
27Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! 
Vós sois como sepulcros caiados: por fora parecem belos, 
mas por dentro estão cheios de ossos de mortos 
e de toda podridão! 
28Assim também vós: 
por fora, pareceis justos diante dos outros, 
mas por dentro estais cheios de hipocrisia e injustiça. 
29Aí de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! 
Vós construís sepulcros para os profetas 
e enfeitais os túmulos dos justos, 
30e dizeis: 'Se tivéssemos vivido no tempo de nossos pais, 
não teríamos sido cúmplices da morte dos profetas'. 
31Com isso, confessais que sois filhos 
daqueles que mataram os profetas. 
32Completai, pois, a medida de vossos pais!' 
Palavra da Salvação.
 
 
1ª Leitura - 1Ts 2,9-13
Trabalhamos dia e noite;
foi assim que vos anunciamos o evangelho de Deus.
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses 2,9-13
9Irmãos, certamente ainda vos lembrais 
dos nossos trabalhos e fadigas. 
Trabalhamos dia e noite, 
para não sermos pesados a nenhum de vós. 
Foi assim que anunciamos o evangelho de Deus. 
10Vós sois testemunhas, e Deus também, 
de quão santo, justo, irrepreensível foi 
o nosso proceder para convosco, os fiéis. 
11Bem sabeis que, como um pai a seus filhos, 
12nós exortamos a cada um de vós 
e encorajamos e insistimos, 
para que vos comporteis de modo digno de Deus, 
que vos chama ao seu reino e à sua glória. 
13Por isso, agradecemos a Deus sem cessar 
por vós terdes acolhido a pregação da palavra de Deus, 
não como palavra humana, 
mas como aquilo que de fato é: 
Palavra de Deus, 
que está produzindo efeito em vós que abraçastes a fé. 
Palavra do Senhor.
 
 
Salmo - Sl 138 (139),7-8. 9-10. 11-12ab (R.1a)
R. Senhor, vós me sondais e me conheceis!

7Em que lugar me ocultarei de vosso espírito? * 
E para onde fugirei de vossa face? 
8Se eu subir até os céus, ali estais; * 
se eu descer até o abismo, estais presente.R.

9Se a aurora me emprestar as suas asas, * 
para eu voar e habitar no fim dos mares; 
10mesmo lá vai me guiar a vossa mão * 
e segurar-me com firmeza a vossa destra.R.

11Se eu pensasse: 'A escuridão venha esconder-me * 
e que a luz ao meu redor se faça noite!' 
12aMesmo as trevas para vós não são escuras, + 
12b
a própria noite resplandece como o dia, *R. 

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Liturgia Diária

  • Branco. 3ª-feira da 21ª Semana Tempo Comum 

  • Sta. Mônica, memória
Evangelho - Mt 23,23-26
Vós deveríeis praticar isto, sem contudo deixar aquilo.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 23,23-26
Naquele tempo, disse Jesus: 
23Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! 
Vós pagais o dízimo da hortelã, da erva-doce e do cominho, 
e deixais de lado os ensinamentos mais importantes da Lei, 
como a justiça, a misericórdia e a fidelidade. 
Vós deveríeis praticar isto, sem contudo deixar aquilo. 
24Guias cegos! 
Vós filtrais o mosquito, mas engolis o camelo. 
25Aí de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! 
Vós limpais o copo e o prato por fora, 
mas, por dentro, estais cheios de roubo e cobiça. 
26Fariseu cego! 
Limpa primeiro o copo por dentro, 
para que também por fora fique limpo. 
Palavra da Salvação.
 
 
1ª Leitura - 1Ts 2,1-8
Desejávamos dar-vos não somente o evangelho de Deus,
mas até, a própria vida.
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses 2,1-8
1Bem sabeis, irmãos, 
que nossa vinda até vós não foi em vão. 
2Apesar de maltratados e ultrajados em Filipos, 
como sabeis, encontramos em Deus a coragem 
de vos anunciar o evangelho, em meio a grandes lutas. 
3A nossa exortação não se baseia no erro, 
na ambigüidade ou no desejo de enganar. 
4Ao contrário, uma vez que Deus 
nos achou dignos para que nos confiasse o evangelho, 
falamos não para agradar aos homens, mas a Deus, 
que examina os nossos corações. 
5Bem sabeis que nunca usamos palavras de adulação, 
nem procedemos movidos por disfarçada ganância. 
Deus é testemunha disso. 
6E também não procuramos elogios humanos, 
nem da parte de vós, nem de outros, 
7embora pudéssemos fazer valer 
a nossa autoridade de apóstolos de Cristo. 
Foi com muita ternura que nos apresentamos a vós, 
como uma mãe que acalenta os seus filhinhos. 
8Tanto bem vos queríamos, 
que desejávamos dar-vos não somente o evangelho de Deus, 
mas até, a própria vida; 
a tal ponto chegou a nossa afeição por vós. 
Palavra do Senhor.
 
 
Salmo - Sl 138 (139),1-3. 4-6 (R. 1)
R. Senhor, vós me sondais e conheceis.

1Senhor, vós me sondais e conheceis, * 
2sabeis quando me sento ou me levanto; 
de longe penetrais meus pensamentos, + 
3percebeis quando me deito e quando eu ando, * 
os meus caminhos vos são todos conhecidos.R.

4A palavra nem chegou à minha língua, * 
e já, Senhor, a conheceis inteiramente. 
5Por detrás e pela frente me envolveis; * 
pusestes sobre mim a vossa mão. 
6Esta Verdade é por demais maravilhosa, * 
é tão sublime que não posso compreendê-la.R. 

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Liturgia Diária

  • Verde. 2ª-feira da 21ª Semana Tempo Comum 

Evangelho - Mt 23,13-22
Ai de vós, guias cegos!
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 23,13-22
Naquele tempo, disse Jesus: 
13Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! 
Vós fechais o Reino dos Céus aos homens. 
Vós porém não entrais, 
nem deixais entrar aqueles que o desejam. 
15Aí de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! 
Vós percorreis o mar e a terra para converter alguém, 
e quando o conseguis, o tornais merecedor do inferno, 
duas vezes pior do que vós. 
16Ai de vós, guias cegos! 
Vós dizeis: 'Se alguém jura pelo Templo, não vale; 
mas, se alguém jura pelo ouro do Templo, então vale!' 
17Insensatos e cegos! 
O que vale mais: o ouro ou o Templo que santifica o ouro? 
18Vós dizeis também: 
'Se alguém jura pelo altar, não vale; 
mas, se alguém jura pela oferta que está sobre o altar, 
então vale!' 
19Cegos! O que vale mais: 
a oferta, ou o altar que santifica a oferta? 
20Com efeito, quem jura pelo altar, 
jura por ele e por tudo o que está sobre ele. 
21E quem jura pelo Templo, 
jura por ele e por Deus que habita no Templo. 
22E quem jura pelo céu, jura pelo trono de Deus 
e por aquele que nele está sentado. 
Palavra da Salvação.
 
 
1ª Leitura - 1Ts 1,1-5.8b-10
Abandonando os falsos deuses vos convertestes,
esperando dos céus o seu Filho,
a quem ele ressuscitou dentre os mortos.
Início da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses 1,1-5.8b-10
1Paulo, Silvano e Timóteo, 
à igreja dos tessalonicenses, 
reunida em Deus Pai e no Senhor Jesus Cristo: 
a vós, graça e paz! 
2Damos graças a Deus por todos vós, 
lembrando-vos sempre em nossas orações. 
3Diante de Deus, nosso Pai, 
recordamos sem cessar a atuação da vossa fé, 
o esforço da vossa caridade 
e a firmeza da vossa esperança em nosso Senhor Jesus Cristo. 
4Sabemos, irmãos amados por Deus, 
que sois do número dos escolhidos. 
5Porque o nosso evangelho não chegou até vós 
somente por meio de palavras, 
mas também mediante a força que é o Espírito Santo; 
e isso, com toda a abundância. 
Sabeis de que maneira procedemos entre vós, 
para o vosso bem. 
8bA vossa fé em Deus propagou-se por toda parte. 
Assim, nós já nem precisamos de falar, 
9pois as pessoas mesmas contam como vós nos acolhestes 
e como vos convertestes, abandonando os falsos deuses, 
para servir ao Deus vivo e verdadeiro, 
10esperando dos céus o seu Filho, 
a quem ele ressuscitou dentre os mortos: 
Jesus, que nos livra do castigo que está por vir. 
Palavra do Senhor.
 
 
Salmo - Sl 149, 1-2. 3-4. 5-6a.9b (R.4a)
R. O Senhor ama seu povo de verdade.

Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia

1Cantai ao Senhor Deus um canto novo, * 
e o seu louvor na assembléia dos fiéis! 
2Alegre-se Israel em Quem o fez, * 
e Sião se rejubile no seu Rei!R.

3Com danças glorifiquem o seu nome, * 
toquem harpa e tambor em sua honra! 
4Porque, de fato, o Senhor ama seu povo * 
e coroa com vitória os seus humildes.R.

5Exultem os fiéis por sua glória, * 
e cantando se levantem de seus leitos, 
6acom louvores do Senhor em sua boca * 
9b
Eis a glória para todos os seus santos.R. 

domingo, 25 de agosto de 2013

Mensagem aos Catequistas

 

meninosigreja-300x225

Aos Queridos Catequistas

Catequista, você é especial para Deus! Sua VOCAÇÃO foi gestada no coração do Pai, para que pudesse chegar aos corações dos seus filhos e filhas com a mensagem da VIDA: Jesus Cristo Ao celebrar o DIA DO CATEQUISTA queremos refletir sobre a vocação do catequista, que é a vocação do Profeta – aquele/la que fala em nome de Deus e da comunidade a que pertence. A iniciativa sempre parte de Deus. O chamado a ser catequista não é algo pessoal, mas obra divina, graça.

A missão do catequista está na raiz da palavra CATEQUESE, que vem do grego Katechein e quer dizer (fazer eco). Logo, catequista é aquele/la que se coloca a serviço da Palavra, que se faz instrumento para que a Palavra ecoe.

O Senhor chama você para que, através da sua vida, da sua pessoa, da sua comunicação, a Palavra seja proclamada, Jesus Cristo seja anunciado e testemunhado.

Catequista, você não é só transmissor de idéias, conhecimentos, doutrina, pois sua experiência fundante está no ENCONTRO PESSOAL com a pessoa de Jesus Cristo.

Essa experiência é comunicada pelo SER, SABER e SABER FAZER em comunidade (DNC 261).

O ser e o saber do catequista sustentam-se numa espiritualidade da gratuidade, da confiança, da entrega, da certeza de que o SENHOR está presente, é fiel.

Catequista, você é especial para Deus! Sua VOCAÇÃO foi gestada no coração do Pai, para que pudesse chegar aos corações dos seus filhos e filhas com a mensagem da VIDA: Jesus Cristo.

Sabemos das dificuldades que enfrenta para realizar a sua missão, mesmo assim teimosa e dedicadamente prossegue neste peregrinar de partilha, de despojamento e aprendizagens.

Isso demonstra que você cultiva uma profunda espiritualidade alicerçada na Palavra, nos sacramentos, na vida em comunidade. É a experiência do discípulo missionário que vai se configurando na sua trajetória de avanços, desafios e alegrias.

É a pedagogia divina, que se concretiza na sua vida permeada de fragilidades e grandeza, medos e coragem, HUMANA e HUMANIZADORA.

É com a certeza da ação amorosa do Deus da Vida que você assume a missão de profeta que ouve o chamado de Deus:

“Levanta-te e Vai à Grande Cidade (Jn 1,2).

Seu anúncio é traduzido em atitudes proféticas que testemunham os valores evangélicos, é o SER DO CATEQUISTA partilhado na sua inteireza, no serviço generoso, para que o REINO aconteça.

Catequista, que a experiência do encontro com Jesus Cristo seja a força motivadora capaz de lhe trazer o encantamento por esse fascinante caminho de discipulado, cheio de desafios que o fazem crescer e acabam gerando profundas alegrias.

Catequista, nesse dia acolha o abraço de gratidão de milhares de pessoas, vidas agradecidas, pela sua presença na educação da fé de crianças, adolescentes, jovens e adultos.

Em sua ação se traduz de uma forma única e original a vocação da Igreja-Mãe que cuida maternalmente dos filhos que gerou na fé pela ação do Espírito.

Querido/a Catequista, PARABÉNS! Que a Força da Palavra, continue a suscitar-lhe a fé e o compromisso missionário !

Que os sacramentos sejam a fonte inesgotável da misericórdia, da reconciliação, da justiça e do REENCANTAMENTO.

Que a comunidade continue sendo o referencial da experiência do Enconto com Cristo naqueles que sofrem, naqueles que buscam acolhida e necessitam ser “CUIDADOS”.

A benção amorosa do PAI, que cuida com carinho dos seus filhos e filhas, que um dia nos chamou a viver com alegria a vocação do discípulo missionário, esteja na sua vida, na vida da sua comunidade hoje e sempre.

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Liturgia Diária

  • Branco. Santa Rosa de Lima, virgem, Festa
Evangelho - Mt 13,44-46
Vende todos os seus bens e compra aquele campo.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 13,44-46

Naquele tempo, disse Jesus à multidão: 
44'O Reino dos Céus é como um tesouro escondido no campo. 
Um homem o encontra e o mantém escondido. 
Cheio de alegria, ele vai, vende todos os seus bens 
e compra aquele campo. 
45O Reino dos Céus também é como um comprador 
que procura pérolas preciosas. 
46Quando encontra uma pérola de grande valor, 
ele vai, vende todos os seus bens 
e compra aquela pérola. 
Palavra da Salvação.

 

 

1ª Leitura - 2Cor 10,17-11,2
Eu vos desposei a um único esposo,
apresentando-vos a Cristo como virgem pura.

 

Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios 10,17-11,2


Irmãos:
17Quem se gloria, glorie-se no Senhor.
18Pois é aprovado só aquele que o Senhor recomenda
e não aquele que se recomenda a si mesmo.
11,1Oxalá pudésseis suportar um pouco de insensatez,
da minha parte.
Na verdade, vós me suportais.
2Sinto por vós um amor ciumento
semelhante ao amor que Deus vos tem.
Fui eu que vos desposei a um único esposo,
apresentando-vos a Cristo como virgem pura.
Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 148,1-2.11-13a.13c-14 (R. Aleluia ou cf. 12a.13a)
R. Aleluia, Aleluia, Aleluia.

Ou:

R. Vós jovens, vós moças e rapazes,
louvai todos o nome do Senhor!

1Louvai o Senhor Deus nos altos céus, *
louvai-o no excelso firmamento!
2Louvai-o, anjos seus, todos louvai-o, *
louvai-o, legiões celestiais! R.

11Reis da terra, povos todos, bendizei-o, *
e vós, príncipes e todos os juízes;
12e vós, jovens, e vós, moças e rapazes, +
anciãos e criancinhas, bendizei-o! *
13aLouvem o nome do Senhor, louvem-no todos. R.

13cA majestade e esplendor de sua glória *
ultrapassam em grandeza o céu e a terra.
14Ele exaltou seu povo eleito em poderio *
ele é o motivo de louvor para os seus santos.
É um hino para os filhos de Israel, *
este povo que ele ama e lhe pertence. R.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Sou catequista, e agora?

12

O que é Catequese?

O Papa João Paulo II disse: “A catequese é uma educação da fé das crianças, dos jovens e dos adultos, a qual compreende especialmente um ensino da doutrina cristã, dado em geral de maneira orgânica e sistemática, com fim de iniciá-los na plenitude da vida cristã” (CT).
Segundo O Novo Catecismo da Igreja Católica (1992) “no centro da catequese encontramos essencialmente uma Pessoa, a de Jesus Cristo de Nazaré, Filho único do Pai”. Em sua origem, o termo “CATEQUESE” diz respeito à proclamação da Palavra. O termo se liga a um verbo que significa “Fazer” – “Ecoar” (gr. Kat-ekhéo). Assim a catequese tem por objetivo último fazer escutar e repercutir a Palavra de Deus.

Quem é a pessoa do (a) Catequista?

O Catequista é antes de tudo alguém que escuta e atende o chamado de Deus (Mt, 9, 37-38).
Ele é um mestre em doutrina religiosa, que enviado por Deus, vai despertar e cultivar a fé dos catequizados (catecúmenos).
O Catequista é alguém de muita vocação (Ef, 4,1. 2Ts, 1,11).

Virtudes do (a) catequista:

Catequista é um mestre de oração (catecismo da IC. 2663);
O Catequista é um mediador, que facilita a comunicação entre Deus e o Homem (diretório geral para catequese pág. 162, cap. 156);
O Catequista é um intérprete da igreja junto aos catequizados (catequese renovada 26, pág 56);
O Catequista é alguém que catequiza em nome de Deus e da comunidade profética. Em comunhão com os pastores da igreja (catequese renovada 26, pág 56 nº 146);
O Catequista é testemunha ativa do evangelho em nome da igreja (diretório geral para catequese pág. 165).

Quais os cuidados que devemos ter ao preparar um encontro de catequese?

Ao prepararmos o Encontro de catequese temos que nos preocupar com o catequizando: sua vida, suas expectativas.

- Quanto ao local do Encontro
* Deverá está em ordem, limpo e agradável. Os catequistas podem convidar os catequizandos para ajudar na arrumação.
* Utilizar cartazes, figuras sobre o tema em questão, enfeitar o ambiente para despertar nos catequizandos interesse pelo tema.
* A Bíblia deve ocupar lugar de destaque no local do encontro. Usar flores, toalhas e velas sempre que possível.
* Os catequizandos deverão sentar-se em círculo, para que todos possam ver a todos. Essa é uma maneira de discerni sobre sala de aula e sala de encontro de catequese.

- Quanto ao acolhimento
*Para acolher bem os catequizandos o catequista deverá chegar um tempo antes do horário de início do encontro para receber a todos com igual atenção, sem demonstrar preferências.
* Ter um momento de diálogo com os catequizandos, questionando-os sobre o que fizeram durante a semana, como estão se sentindo, o que desejam receber na catequese. Não deve ser um relatório mais sim uma conversa espontânea.
* O ponto de vista do catequizando deve ser respeitado, e sua opinião ser ouvida com bastante atenção.
* O catequista deve dizer sempre a verdade. Se não souber responder a alguma pergunta,
deverá se comprometer em procurar a resposta e trazer no próximo encontro.
* Não chamar a atenção dos catequizandos na frente de outras pessoas.
* Se o catequizando tiver algum problema, o catequista deve procurar ser amigo dele para ajudá-lo a superar suas dificuldades.
* Criar dinâmicas de acolhimento e no decorrer do encontro.

- Quanto à linguagem
* A linguagem deve ser clara, coerente e simples.
* Nunca falar em tom infantil, mas naturalmente, com firmeza e simplicidade.
* Ter atenção com determinadas palavras que costumamos usar: Catequese não é um curso, nem escola. Em vez de “aula” falar “encontro”. Não fazer “provas” nem dar “notas” nem castigos. Que o relacionamento não seja de “professor” e “aluno”. Essas coisas existem na escola, mas não na catequese, que é o encontro do catequizando com Jesus Cristo e com a comunidade.

O que não pode faltar num encontro de catequese?

* Acolhida

* Oração Inicial

* Recordação do Encontro Anterior

* Colocação do tema a ser vivenciado.

* Reflexão / Trab. em grupo / Partilha

* Dinâmica / Cânticos

* Compromisso da semana

* Oração final

Equipe Paroquial de Catequese
Paroquia Bom Jesus dos Aflitos
Postulantes Salvatorianos
Instituto Mãe do Salvador IMS
Fortaleza CE

Liturgia Diária

  • Branco. Nossa Senhora, Rainha, Memória
Evangelho - Lc 1,26-38
Eis que conceberás e darás à luz um filho.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 1,26-38
Naquele tempo:
26O anjo Gabriel foi enviado por Deus
a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré,
27
a uma virgem, prometida em casamento
a um homem chamado José.
Ele era descendente de Davi
e o nome da virgem era Maria
28
O anjo entrou onde ela estava e disse:
'Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!'
29
Maria ficou perturbada com estas palavras e começou a
pensar qual seria o significado da saudação.
30
O anjo, então, disse-lhe:
'Não tenhas medo, Maria,
porque encontraste graça diante de Deus.
31
Eis que conceberás e darás à luz um filho,
a quem porás o nome de Jesus.
32
Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo,
e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi.
33
Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó,
e o seu reino não terá fim'.
34
Maria perguntou ao anjo:
'Como acontecerá isso,
se eu não conheço homem algum?'
35
O anjo respondeu:
'O Espírito virá sobre ti,
e o poder do Altissimo te cobrirá com sua sombra.
Por isso, o menino que vai nascer
será chamado Santo, Filho de Deus.
36
Também Isabel, tua parenta,
concebeu um filho na velhice.
Este já é o sexto mês
daquela que era considerada estéril,
37
porque para Deus nada é impossível'.
38
Maria, então, disse:
'Eis aqui a serva do Senhor;
faça-se em mim segundo a tua palavra!'
E o anjo retirou-se.
Palavra da Salvação.
 
1ª Leitura - Is 9,1-6
Foi-nos dado um filho.
Leitura do Livro do Profeta Isaías 9,1-6
1O povo, que andava na escuridão,
viu uma grande luz;
para os que habitavam nas sombras da morte,
uma luz resplandeceu.
2
Fizeste crescer a alegria, e aumentaste a felicidade;
todos se regozijam em tua presença
como alegres ceifeiros na colheita,
ou como exaltados guerreiros ao dividirem os despojos.
3
Pois o jugo que oprimia o povo,
- a carga sobre os ombros, o orgulho dos fiscais -
tu os abateste como na jornada de Madiã.
4
Botas de tropa de assalto,
trajes manchados de sangue,
tudo será queimado e devorado pelas chamas.
5
Porque nasceu para nós um menino,
foi-nos dado um filho; 
ele traz aos ombros a marca da realeza;
o nome que lhe foi dado é:
Conselheiro admirável, Deus forte,
Pai dos tempos futuros, Príncipe da Paz.
6
Grande será o seu reino e a paz não há de ter fim
sobre o trono de Davi e sobre o seu reinado,
que ele irá consolidar e confirmar 
em justiça e santidade, 
a partir de agora e para todo o sempre.
O amor zeloso do Senhor dos exércitos
há de realizar estas coisas.
Palavra do Senhor.
 
Salmo - Sl 112(113),1-2.3-4.5-6.7-8 (R. 2, ou Aleluia)
R. Bendito seja o nome do Senhor,
agora e por toda a eternidade!

Ou:

R. Aleluia, Aleluia, Aleluia.

1Louvai, louvai, ó servos do Senhor, *
louvai, louvai o nome do Senhor!
2Bendito seja o nome do Senhor, *
agora e por toda a eternidade!R.

3Do nascer do sol até o seu ocaso, *
louvado seja o nome do Senhor!
4O Senhor está acima das nações, *
sua glória vai além dos altos céus.R.

5Quem pode comparar-se ao nosso Deus, +
ao Senhor, que no alto céu tem o seu trono *
6e se inclina para olhar o céu e a terra?R.

7Levanta da poeira o indigente *
e do lixo ele retira o pobrezinho,
8para fazê-lo assentar-se com os nobres, *
assentar-se com os nobres do seu povo.R.