Apresentação

Apresentação

domingo, 10 de agosto de 2014

MENSAGEM DO DIA DO PADRE (Segunda Parte)

Dom Frei João Inácio Müller, bispo de Lorena/SP
Dom Roberto Paz, em Homilia partilhada, escreve: Que alegria encontrar-se com um Padre que, entusiasmado, nos coloca na perspectiva do Reino, que nos fascina com as Palavras de Cristo e nos oferece o próprio Cristo na Eucaristia. Que sempre tem tempo para uma conversa, para curar as nossas feridas e nos dar o perdão em nome de Deus. Um irmão entre os irmãos e Pai para todos/as, especialmente dos pobres e desamparados, dos quais ele é o advogado, amigo e defensor incondicional. Num mundo frio, calculista, e líquido temos num Padre a pessoa cujo coração bate em sintonia ao Coração de Jesus, sentimos perto dele o bálsamo e o óleo da misericórdia, da compaixão e do amor que sempre acolhe.
Penso e digo a todos nós que aqui estamos: é uma grandiosa aventura e uma maravilha única ser Padre. Hoje, juntos, subimos à Fonte, ao nosso amor primeiro, Àquele que nos chamou, Àquele que amamos e por quem estamos apaixonados. Viemos celebrar, dialogar com Jesus, contemplar o Pastor para sermos pastores do jeito que Ele foi Pastor. Lembra Papa Francisco, falando a Sacerdotes: Sejam pastores, como Jesus pediu a Pedro: 'Apascenta minhas ovelhas'. "Não existe glória nem majestade para um pastor consagrado a Jesus", observou o Papa. Também somos frágeis: "Se nós perdemos o caminho e não sabemos como responder ao amor, não sabemos como ser pastores, não sabemos responder ou não temos a certeza de que o Senhor não nos deixará sozinhos nos piores momentos da vida, na hora da doença Ele nos diz: Segue-me. Esta é a nossa certeza. Nas pegadas de Jesus, nesta estrada: segue-me."
Martini, em seu livrinho O Bispo, pergunta: que perfil deveria ter hoje um bispo? Creio que as indicações de resposta podem ser atribuídas também ao Presbítero. Na ordem de valores, assim Martini elenca:
1. Em primeiro lugar a Integridade. É preciso ser pessoa íntegra e honesta.
2. Uma segunda característica é a Lealdade. Homens capazes de dizer a verdade, capazes de não mentir jamais, por motivo algum.
3. Terceira característica: a paciência.

4. Ser pessoa de misericórdia. E termina dizendo: gostaria ainda de acrescentar a boa educação, a doçura no trato, a firmeza paterna, o amor pelo belo e por suas formas. Nada de ser um Autômato, rígido e todo segura em suas respostas. Que seja humilde e busque as respostas. Que saiba rir de si e de suas fragilidades. Tudo isso só será alcançado colocando no centro de tudo o Evangelho de Jesus Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmãos em Cristo, Paz e Bem.
Seu comentário é muito importante para nós...
Muito obrigado pela sua contribuição.
Que Deus lhe abençoe hoje e sempre!
Paróquia Rede de Comunidades São José