Apresentação

Apresentação

terça-feira, 22 de setembro de 2015

LAUDATO SI

Depois de uma semana sem as publicações sobre a Encíclica Laudato Si estamos retomando. Segue a conclusão do conteúdo do capítulo II. O texto completo está no site da diocese de Lorena SP
15. Tudo é criação e não natureza. Tudo merece reverência, e não tanto análise e domínio-submissão.
“Todo o universo material é uma linguagem do amor de Deus, do seu carinho sem medida por nós. O solo, a água, as montanhas: tudo é carícia de Deus” (n. 84).
16. “Quando nos damos conta do reflexo de Deus em tudo o que existe, o coração experimenta o desejo de adorar o Senhor por todas as suas criaturas e juntamente com elas, como se vê neste gracioso cântico de São Francisco de Assis: n° 87.
Somos criados pelo mesmo Pai, formamos uma espécie de família universal, uma comunhão sublime que nos impele a um respeito sagrado, amoroso e humilde” (n. 89). “Os bispos do Brasil sublinharam que toda a natureza, além de manifestar Deus, é lugar da sua presença. Em cada criatura, habita o seu Espírito vivificante, que nos chama a um relacionamento com Ele” (88).
Fala de antropologia ecológica: Devem causar indignação e perplexidade as enormes desigualdades que existem entre nós: por que continuamos a tolerar que alguns se considerem mais dignos do que outros (n° 90). Deus criou o mundo para todos, sem excluir e nem privilegiar ninguém (SJPII).
Os direitos fundamentais dos mais desfavorecidos” (n° 93) sejam garantidos.


Por que o rico vale mais que o pobre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmãos em Cristo, Paz e Bem.
Seu comentário é muito importante para nós...
Muito obrigado pela sua contribuição.
Que Deus lhe abençoe hoje e sempre!
Paróquia Rede de Comunidades São José