Apresentação

Apresentação

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Sagrado Coração de Jesus.



Jorge Huppes
 
O mês de junho tem varias festas. Dentre elas queremos dar destaque neste artigo, à festa do Sagrado Coração de Jesus. No centro do mistério do mundo está Jesus, Nele está a sua morte coroada pela ressurreição. No mistério da sua morte esta o amor, seu coração. Na Pessoa de Jesus, está Deus Trindade, síntese do verdadeiro Amor.
Conforme Felipenses 2,6-8: "... Jesus Cristo tinha a condição divina, e não considerou o ser igual a Deus como algo a que se apegar ciosamente. Pelo contrário, esvaziou-se a si mesmo e assumiu a condição de servo, tomando a semelhança humana. Assim, apresentando-se como simples homem, humilhou-se a si mesmo, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz." Ele se fez humano. Adotou a condição humana compartilhando com todas as fraquezas dessa condição humana, exceto o pecado. Ele percorreu os mesmos caminhos de todo ser humano.
Das profundezas do seu ser brotam todas as suas palavras, gestos, milagres (...) e seu amor filial até a morte. Esta profundeza é o seu coração. O coração, na maioria das culturas, é o centro da vida da pessoa. Onde brotam as energias e experiências mais sagradas. Além disso, o coração é símbolo do maior de todos os mandamentos, que Cristo deixou enquanto esteve neste mundo, o Amor.
            Jesus não nasce sabendo tudo, pelo contrário, tem que aprender como qualquer criança, jovem ou adulto. Dos 33 anos da vida de Jesus, 30 aconteceram na normalidade de qualquer outro (Lc 3,23). Viveu com seus pais, com Maria e José, aprendeu a amar. Mas algo diferente fazia parte da sua vida, o jeito de amar o ser humano. Se Deus Pai nos criou por amor, e Jesus provem do Pai com certeza Ele ama como o Pai: “Eu moro no coração do Pai, e o Pai mora no meu coração”, diz a canção. Quanta alegria é a nossa, sendo amados por Deus.
            "Cristo, nos dias de sua vida terrestre, apresentou pedidos e súplicas, com veemente clamor e lágrimas, àquele que o podia salvar da morte; e foi atendido por causa da sua submissão e amor. E embora fosse Filho, aprendeu, contudo, a obediência pelo sofrimento''(H b 5,7-8). Sê o Filho de Deus, aprendeu amar ao Pai e a nós durante está vida, quanto maior é o seu amor por nós enquanto está junto do Pai."Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pêlos amigos". Jesus morreu como o grão de trigo debaixo da terra (Jo 12,24), para dar frutos, para dar vida. "Eu vim para que tenham vida e a vida em abundância''(Jo 10,10). Ele viveu e morreu por amor.
            Com Jesus cantamos: “Um coração para amar, pra perdoar e sentir, para chorar e sorrir, ao me criar Tu me destes. Um coração para sonhar, inquieto sempre a bater, ansioso por entender as coisas que Tu dissestes. (...). Toma senhor, que ele é teu, meu coração não é meu”.
Oração: “Ó Deus, que no coração do vosso Filho, ferido por nossos pecados, nos concedestes infinitos tesouros de amor, fazei que lhe ofereçamos uma justa reparação consagrando-lhe toda nossa vida. Por Cristo nosso Senhor.
Sagrado coração de Jesus, fazei o meu coração semelhante ao Vosso.

Em nossa Paróquia, todas as primeiras sextas-feiras, temos a novena ao Sagradado Coração de Jesus, 20h, na Comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmãos em Cristo, Paz e Bem.
Seu comentário é muito importante para nós...
Muito obrigado pela sua contribuição.
Que Deus lhe abençoe hoje e sempre!
Paróquia Rede de Comunidades São José